segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Um poema para Sebastião da Gama

Sebastião da Gama
Poesia feita sonho
Claridade e maternidade telúrica.
Anita Vilar

Sem comentários:

Enviar um comentário