domingo, 14 de fevereiro de 2010

Um poema para este dia ("dos namorados" chamado)

Madrigal

A minha história é simples.
A tua, meu Amor,
é bem mais simples ainda:

“Era uma vez uma flor.
Nasceu à beira de um Poeta…”

Vês como é simples e linda?

(O resto conto depois;
mas tão a sós, tão de manso,
que só escutemos os dois).
Sebastião da Gama (07.Out.1946)
in Cabo da Boa Esperança (1947)

1 comentário:

  1. Tão belo na sua brevidade ou capacidade de síntese.

    Anita

    ResponderEliminar