Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Março, 2011

Memória: José Manuel de Noronha Gamito (1922-2011)

José Manuel de Noronha Gamito (1922-2011) foi amigo e companheiro de Sebastião da Gama. Aluno do Liceu de Setúbal nos anos 30, frequentou a Faculdade de Letras, integrou o Teatro de Estudantes da Faculdade de Letras e seguiu a carreira diplomática, tendo sido embaixador de Portugal na Suécia. Em 1992, publicou uma obra de memórias, Nesciedades. Faleceu no domingo, 27 de Março.Do livro de curso Nós os Finalistas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa Fomos Assim… (1942-1946), reproduzo a caricatura de Noronha Gamito, bem como o poema que lhe é dedicado, escrito por Sebastião da Gama. - JRR

Apresentação do "Diário" de Sebastião da Gama - Momentos (16)

Aspecto do público na sessão
[Um agradecimento aos autores das fotografias António Quaresma Rosa, Cília Costa e arquivo do jornal O Setubalense]

Apresentação do "Diário" de Sebastião da Gama - Momentos (15)

Aspecto do público presente na sessão

Apresentação do "Diário" de Sebastião da Gama - Momentos (14)

Aspecto do público presenta na sessão de apresentação

Apresentação do "Diário" de Sebastião da Gama - Momentos (13)

Mesa da sessão - Carlos Rabaçal (Vereador da Câmara Municipal de Setúbal), Clara Rocha (que apresentou o livro), João Reis Ribeiro (coordenador da colecção das "Obras Completas" de Sebastião da Gama), Joana Luísa da Gama (esposa de Sebastião da Gama) e Manuel Aquino (Editorial Presença)

Apresentação do "Diário" de Sebastião da Gama - Momentos (12)

Ana e Carlos Zacarias (Associação Cultural Sebastião da Gama), Celestina Neves (Junta de Freguesia de S. Lourenço - Azeitão), Graça Pereira (Junta de Freguesia de S. Lourenço - Azeitão), Manuel Varela (Associação Cultural Sebastião da Gama) e Pedro Tamen (em segundo plano)

Apresentação do "Diário" de Sebastião da Gama - Momentos (11)

Vicência Rosa e António Cunha Bento (Associação Cultural Sebastião da Gama)

Apresentação do "Diário" de Sebastião da Gama - Momentos (10)

Luís Gonzaga Machado (Mesa da Assembleia Geral da Associação Cultural Sebastião da Gama) e Joana Luísa da Gama (esposa de Sebastião da Gama)

Apresentação do "Diário" de Sebastião da Gama - Momentos (9)

Rui Serodio (pianista), Fernando Guerreiro (actor) e mesa da sessão

Apresentação do "Diário" de Sebastião da Gama - Momentos (8)

Rui Serodio (pianista, que acompanhou musicalmente a sessão) e Fernando Guerreiro (que leu excertos do Diário)

Apresentação do "Diário" de Sebastião da Gama - Momentos (7)

Fernando Guerreiro (que leu textos do Diário), Maria Clementina e Luís Machado (em segundo plano, da Mesa da Assembleia Geral da Associação Cultural Sebastião da Gama)

Apresentação do "Diário" de Sebastião da Gama - Momentos (6)

João Reis Ribeiro (coordenador das "Obras Completas" e director da Associação Cultural Sebastião da Gama), Manuel Herculano (Associação Cultural Sebastião da Gama), Clara Rocha (que apresentou a obra) e Manuel Aquino (Editorial Presença)

Apresentação do "Diário" de Sebastião da Gama - Momentos (5)

Fernando Gandra e Maria de Fátima Medeiros (livraria Culsete)

Apresentação do "Diário" de Sebastião da Gama - Momentos (4)

José Baptista e António Quaresma Rosa

Apresentação do "Diário" de Sebastião da Gama - Momentos (3)

Maria de Fátima Medeiros (livraria Culsete) e Manuel Malheiros (Governador Civil de Setúbal)

Apresentação do ""Diário" de Sebastião da Gama - Momentos (2)

Helena Machado, Joana Luísa da Gama, Ana Vieitos

Apresentação do "Diário" de Sebastião da Gama - Momentos (1)

Manuel Medeiros (livraria Culsete), Manuel Herculano (Associação Cultural Sebastião da Gama) e Manuel Aquino (Editorial Presença)

Apresentação da nova edição do "Diário", de Sebastião da Gama

Foi em 26 de Março, sábado, que a apresentação da nova edição do Diário, de Sebastião da Gama, obra pela primeira vez completa e anotada, aconteceu no Salão Nobre da Câmara Municipal de Setúbal, iniciativa organizada pela Câmara Municipal de Setúbal, pela Editorial Presença e pela Associação Cultural Sebastião da Gama. Aqui se reproduz a intervenção de João Reis Ribeiro, responsável pela colecção das "Obras Completas" de Sebastião da Gama, que teve como título inaugural o Diário. Uma pergunta que me tem sido insistentemente feita é esta: o que traz esta edição do Diário de Sebastião da Gama de novo? A questão é pertinente, sobretudo quando se sabe que esta obra já anda a ser editada desde 1958, ano em que o professor Hernâni Cidade, que também foi mestre de Sebastião da Gama na Faculdade de Letras em Lisboa, assumiu a sua primeira publicação com a chancela da Ática. Daí para cá, surgiram 13 edições – as duas últimas a cargo da Sebenta Editora –, que possibilitaram muitos leitor…

O que se tem feito?

Dos envolvimentos da Associação Cultural Sebastião da Gama só não temos dado notícias porque o tempo tem escasseado. Mas aqui fica o registo…
02.Março – Sessão com alunos da Escola Secundária Sebastião da Gama, em Setúbal, pela manhã. Pessoal interessado em saber coisas sobre o patrono da sua escola. No final, entre o ar entusiasmado e uma certa reserva, uma jovem veio pedir mais informação sobre essa colossal obra que é o Diário… estava com vontade de a ler! 18.Março – Sessão com alunos da Escola Secundária da Bela Vista, em Setúbal, pela manhã. Várias surpresas. Por exemplo: um power-point com várias ligações sobre Sebastião da Gama, preparado por um grupo de docentes da Escola; o entusiasmo de várias professoras que confessaram ter ficado a conhecer mais sobre o poeta da Arrábida; a dupla constituída pelo Bruno e pelo Francisco, que transformaram o poema “Conto em verso da princesa roubada” num rap bem à maneira. Depois, e ainda, as vozes do Edwilson, do Tiago, do Carlos, do Fernando…

Um convite...

Memória: Artur Agostinho (1920-2011) [que Sebastião da Gama indicou como modelo de leitor]

Artur Agostinho, o homem da rádio que atravessou gerações e também foi escritor, mereceu a admiração de Sebastião da Gama, conforme um registo que entra no Diário com a data de 14 de Janeiro de 1949. Nesse dia, ao falar com os alunos sobre a leitura, destacou várias condições e assinalou as qualidades de comunicador de Artur Agostinho na rádio nos seguintes termos:
«Conveniências de ler bem. (Para que nos oiçam; para que nos compreendam; para que se convençam. — Quem é que vai perder tempo a ouvir, na rádio, alguém que diz coisas estupendas numa leitura péssima? Mas todos ouvem com gosto o Artur Agostinho... — Quem é que compreende o que eu digo, se o que eu digo é incompreensível por incolor ou baço, apesar de significar claridade? — A quem comunicarei o meu entusiasmo se não falar entusiasmado, a minha tristeza se parecer que estou alegre, a minha necessidade de chegar depressa se der a mostrar que tenho muito tempo? »
Jornalista desportivo, Artur Agostinho desde cedo se dedicou ao jo…

Boletim Informativo nº 8 em distribuição

O oitavo número do Boletim Informativo da nossa Associação está a ser distribuído desde o final da semana passada. Constituído por oito páginas, integra os textos: “Nova edição do Diário – Pela primeira vez completa e anotada”; “Sebastião da Gama em cd – Vozes de Setúbal dizem o poeta da Arrábida / Escolas do concelho de Setúbal vão receber o cd como oferta // Apresentação do Presidente da ACSG”; “Quando José Hermano Saraiva falou sobre Sebastião da Gama”; “Antologia de homenagem a Sebastião da Gama”; “Luís Souta e Sebastião da Gama”; “In memoriam – António Manuel Couto Viana, Matilde Rosa Araújo, Pedro Eurico Correa Lisboa, João Manuel Gama Correia”; “Prémio Nacional de Poesia Sebastião da Gama 2011”; “Falou-se de Sebastião da Gama”; “Sebastião da Gama no Coral Infantil de Setúbal”; “Sebastião da Gama, personagem em livro de Luísa Borges”; “Editorial”. Além de outra informação de interesse para os associados (como a convocatória para a próxima Assembleia-Geral), esta edição do Boleti…

No Dia Mundial da Poesia e no Dia Mundial da Árvore, um poema de Sebastião da Gama

Tradição

Os engenheiros vieram, mediram, olharam…
Havia árvores velhas…
Mandaram deitar abaixo
e os homens deitaram.
Sem lamentos, sem ais,
as árvores caíram…
Mas os engenheiros não puseram mais;
em seu lugar apenas
três cardos enfezados refloriram.
E os cardos vis são gritos de revolta
das sombras errantes pelo Ar;
das sombras que tinham por abrigos
aqueles freixos antigos
que o machado foi matar.
As sombras gritam, mas os engenheiros
Não põem freixos novos no lugar.
Sebastião da Gama Azeitão, Novembro de 1942
(não publicado em livro)

Manuela Cerejeira: Diário de Sebastião da Gama - Exemplo no ensino da literatura

No 9º Encontro Nacional de Professores de Português, organizado pela APP (Associação dos Professores de Português) na Figueira da Foz durante os dias de ontem e de hoje, o Diário de Sebastião da Gama foi objecto de uma comunicação apresentada por Manuela Cerejeira, nossa associada e professora de Português, que abordou o ensino da literatura a partir desta obra do Poeta da Arrábida. Por gentileza da sua autora, que agradecemos, aqui se reproduz o texto de tal comunicação. - JRR
Diário de Sebastião da Gama – exemplo no ensino da literatura “Eu não quero ‘impingir’ versos aos meus alunos; quero abrir-lhes a janela da poesia.”
Diário, de Sebastião da Gama (1924-1952), é um relato do estágio feito pelo escritor enquanto docente de Português, nos anos lectivos de 1948-49 e 1949-50. Passam, assim, 60 anos sobre a produção desta obra, texto literário que oferece uma reflexão sobre a própria literatura e o seu ensino. Pela índole poética do texto, bem como pelos traços do perfil do seu autor que …

Sebastião da Gama e o "Diário" no congresso da APP

“Literatura, como te quero!? – A Didáctica da Literatura: Razões, Âmbito e Práticas” é o tema do 9º Encontro Nacional da APP (Associação de Professores de Português), que vai ter lugar na Figueira da Foz em 18 e 19 de Março. Entre os autores que vão ser tema de comunicações consta Sebastião da Gama, numa conferência a ser apresentada por Manuela Cerejeira, nossa associada, sob o título “Diário de Sebastião da Gama – Exemplo de Ensino da Literatura”, que poderá ser ouvida a meio da manhã de sábado, 19. Entre as outras comunicações constam temas como a didáctica da literatura, o cânone, a formação de leitores, a literatura na aula de Português, a poesia nas aulas de língua materna, o texto dramático ou o contrato de leitura. - JRR

Dos associados (18) - Alexandrina Pereira e a Marcha de Lisboa 2011

Pela segunda vez o nome de um associado nosso está ligado à letra da marcha de Lisboa: para a edição de 2011, a autora escolhida foi Alexandrina Pereira, depois de, em 2010, ter sido José Raposo, também nosso associado. Aqui se reproduz a notícia saída no jornal O Setubalense de hoje que dá nota desta distinção. - JRR

Dos associados (17) – João Manuel Gama Correia (1927-2011)

Era o nosso associado nº 2. Entusiasta da construção do monumento a Sebastião da Gama, bem como da Associação Cultural Sebastião da Gama desde o seu início (para cuja criação contribuiu), nela desempenhou o cargo de vice-presidente da Mesa da Assembleia Geral. João Manuel Gama Correia era primo do poeta de Azeitão e pai do estilista Nuno Gama, também nosso associado. Conhecido pela sua actividade comercial, exerceu também cargos dirigentes na Sociedade Filarmónica Perpétua Azeitonense. A foto que aqui se reproduz recorda o momento em que João Gama participava, com outros dirigentes da Associação, num encontro com o escultor Francisco Simões, no Rossio de Azeitão, com vista à construção do monumento a Sebastião da Gama. Estávamos em 27 de Abril de 2006. – JRR

Dos associados (16) – Luís Amaro e António Osório e outras referências

A revista Ler, da Fundação Círculo de Leitores, atingiu o seu centésimo número, conseguido ao longo de um tempo de duas dúzias de anos. O número 100 de qualquer publicação é sempre motivo de efeméride, que, neste caso, só podia ser uma edição especial da revista, girando em torno desse número duplamente redondo, passando por recolhas como “100 capas”, “100 imagens de páginas”, “100 livros”, “100 figuras”, “100 ideias para o futuro” e “100 citações”, antologias a partir das colaborações e das entradas na revista ao longo da sua história. Pelas “100 figuras” de portugueses passam dois dos nossos associados, que se juntaram à Associação quase no seu início. Refiro-me a Luís Amaro e a António Osório. Quanto ao primeiro, Luís Amaro, consta na legenda da fotografia: “Sem ele, a literatura portuguesa do século XX teria muito menos recordações. Memória e arquivo de autores, de gerações e da Colóquio.” Afirmações justíssimas, porque merecidas e verdadeiras. Luís Amaro e Sebastião da Gama foram a…

Dos associados (15) - Alexandre Cardoso

Alexandre Cardoso, de S. Simão de Azeitão, é um dos sócios fundadores da nossa Associação, que, desde início, integra os órgãos sociais no Conselho Fiscal. Alexandre Cardoso, primo de Sebastião da Gama, é neto de Alexandre Cardoso (1898-1943), a quem Sebastião da Gama dedicou o seu primeiro livro (Serra Mãe, 1945) e fundador do estabelecimento comercial que o neto dirige hoje, em S. Simão. Foi a propósito desta casa centenária que o Jornal Municipal, editado pela Câmara Municipal de Setúbal fez reportagem na sua última edição (nº 38, Fevereiro de 2011), aí destacando também o nosso associado. - JRR