sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Homenagem de Setúbal a Rui Nabeiro e a Rui Serodio

No feriado municipal de Setúbal, que aconteceu ontem, a Câmara Municipal de Setúbal atribuiu medalhas honoríficas a diversas individualidades e instituições.
Entre as figuras galardoadas estão o comendador Rui Nabeiro, com a medalha de prata, e o maestro Rui Serodio, com a medalha de honra na área da cultura.
A atribuição destas duas distinções é motivo de satisfação para a Associação Cultural Sebastião da Gama, uma vez que ambos deram já contributo importante à nossa Associação. Com efeito, o projecto do cd “Sebastião da Gama – Meu Caminho é por Mim Fora”, editado no ano passado, muito deve a Rui Serodio, “pai” da ideia e responsável pelos arranjos musicais que acompanham os poemas; por outro lado, a Rui Nabeiro se deve também o êxito do projecto, uma vez que, de entre os eventuais patrocinadores contactados, o Grupo presidido por Rui Nabeiro foi o primeiro a responder afirmativamente e a aderir a este projecto.
Através da Associação Cultural Sebastião da Gama, já estes dois homens tinham dado um contributo importante para a cultura de Setúbal e para a memória de Sebastião da Gama. Homenagem merecida e a felicitar, pois! – JRR
[foto: jornal O Setubalense, de hoje]

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Azeitão: Sebastião da Gama em pinturas de Carlos Godinho

Carlos Godinho é natural do concelho de Estremoz. Ligado às artes, tem formação em Educação Visual e tem praticado a pintura, a ilustração e a colaboração na imprensa. Participou em numerosas exposições, colectivas e individuais e está representado em variadíssimas colecções, em Portugal e no estrangeiro.
Em 2005, em Estremoz, organizou uma exposição intitulada “Aqui, pelo sonho é que vamos (poemas de Sebastião da Gama)”, em que a obra do poeta azeitonense – que também foi professor em Estremoz – serviu como tema.
A obra de Sebastião da Gama volta a ser pretexto para a exposição que será inaugurada em Azeitão, na tarde de 3 de Setembro. “Pelo sonho pintando…” é o seu título e o ponto de partida são os poemas publicados no livro Estevas, obra póstuma, de 2004.
A exposição vai estar patente no Museu Sebastião da Gama, em Azeitão, até 26 de Novembro e constituirá um bom ponto de partida para o conhecimento da obra de Carlos Godinho, bem como para a obra de Sebastião da Gama. Um bom pretexto para uma ida até Azeitão, claro!