sábado, 21 de julho de 2012

Memória: José Hermano Saraiva (1919-2012)


José Hermano Saraiva, que trouxe a história de Portugal até muitos de nós e nos ensinou a ter gosto pela nossa identidade, foi também um apreciador de Sebastião da Gama e com ele se cruzou nos corredores da Faculdade de Letras.
Aquando da construção do monumento que a nossa Associação erigiu em Azeitão em 2007, José Hermano Saraiva integrou a Comissão de Honra desse monumento. Infelizmente, não pôde assistir à cerimónia de inauguração em 9 de Junho de 2007!
Uns dias depois, visitei-o na sua casa de Palmela para lhe oferecer, em nome da Associação, a medalha então cunhada e para lhe contar o que tinha sido a festa. Conversámos sobre Sebastião da Gama e garantiu que haveria de fazer um programa televisivo sobre o poeta azeitonense. Com efeito, três anos depois, em Junho de 2010, uma edição do programa “A alma e a gente” era dedicada ao “poeta da Arrábida”.
O homem que nos contou histórias e encheu Portugal com um pouco mais de cultura e de saber partiu. Fica-nos a sua memória e uma homenagem à erudição e ao saber. - JRR

[foto: José Hermano Saraiva, em 18 de Junho de 2007, lendo o Boletim Informativo da Associação Cultural Sebastião da Gama]

domingo, 15 de julho de 2012

Sebastião da Gama homenageado pela Escola Maria Ulrich


Sebastião da Gama foi o tema da tarde de ontem para a Escola Superior de Educadores de Infância Maria Ulrich, num programa preenchido e de qualidade, que aliou a visita ao Museu azeitonense, uma visão da pedagogia e da poesia do autor de Serra-Mãe e a música, fosse em forma de homenagem ou de exaltação da mensagem do poeta.
Depois de uma visita ao Museu Sebastião da Gama, em Azeitão, o grupo de alunos e de professores da ESEIMU dirigiu-se para o salão nobre da Câmara Municipal de Setúbal. O programa foi apresentado por Isabel Baltazar, a professora responsável pela actividade, João Reis Ribeiro interveio em curta abordagem sobre o poeta-professor e Leonor Leitão-Cadete conduziu o passeio pela música que prestou tributo ao poeta e à sua poesia, enriquecido com as vozes do actor Rui David, do tenor Samuel Vieira e dos alunos Celeste Silva, Carlos Silva e Teresa Sousa Pinto.
Uma tarde de comunhão poética, com improvisos e palavras que em muito enriqueceram uma visão de Sebastião da Gama. Um programa feliz, que evidenciou o poeta e deixou que a poesia cantasse forte dentro de cada um. De resto, no final, Ana Aires, directora da ESEIMU, registou essa importância que a sua instituição tem dado ao poeta azeitonense. Foi um “Encontro com Sebastião da Gama”, com resposta aos versos através da música, arte que ele apreciava e de que tem imensos registos nos seus poemas.
A obra e a mensagem de Sebastião da Gama poderão vir a ser a temática das Jornadas Pedagógicas da ESEIMU no próximo ano lectivo, o que seria uma forma simpática e consistente de assinalar o 60º aniversário da primeira obra publicada postumamente, Pelo sonho é que vamos (1953). – JRR