quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Fernando Guerreiro (1938-2013) - para a memória



O actor setubalense Fernando Guerreiro partiu ontem.
Desde que foi criada a Associação Cultural Sebastião da Gama, a experiência, o saber, a generosidade e a disponibilidade do Fernando Guerreiro foram constantes. Interveio em várias sessões por nós organizadas: de poesia, de apresentações de livros, de divulgação sobre a obra do nosso patrono. Foi um dos intervenientes no cd Sebastião da Gama – Meu caminho é por mim fora, que editámos em 2010 (numa equipa que reuniu as vozes de Maria Barroso, Célia David, Maria Clementina e José Nobre e a música de Rui Serodio), em que foi responsável pela leitura de um excerto do Diário e dos poemas “Oração da tarde”, “Canção de guerra”, “Cabo da boa esperança”, “Santa Luzia” e “Largo do Espírito Santo, 2 – 2º”.
Do Fernando Guerreiro, ouvimos sempre o “sim” para todas as acções para que o desafiámos ou que lhe pedimos. Uma disponibilidade e um afecto à cultura, à poesia, ao espectáculo, à partilha enormes. Fica-nos já a saudade da sua colaboração, da sua alegria, da sua simplicidade e da sua dádiva.
O nome de Fernando Guerreiro fará parte das memórias da Associação Cultural Sebastião da Gama. – JRR
[Foto: reprodução da fotografia de Fernando Guerreiro que integrou o cd Sebastião da Gama - Meu caminho é por mim fora]