quinta-feira, 11 de abril de 2013

Nos 89 anos de Sebastião da Gama (I) - Lápide na casa em que o poeta nasceu



A casa onde Sebastião da Gama nasceu (na Rua José Augusto Coelho, 88, em Azeitão) está, a partir de ontem, dia do seu 89º aniversário, assinalada por uma lápide que regista esse mesmo acontecimento, iniciativa da Associação Cultural Sebastião da Gama e da Junta de Freguesia de São Lourenço (Azeitão). Na cerimónia de descerramento, estiveram presentes membros da Junta de Freguesia de São Lourenço, da Direcção da Associação Cultural Sebastião da Gama, do Museu Sebastião da Gama, familiares do poeta e alguns naturais da vila.
No dizer do Presidente da Associação Cultural Sebastião da Gama, este acto, “apesar da sua simplicidade, visou inscrever a memória de Sebastião da Gama no roteiro de Azeitão, divulgando o local do seu nascimento”.
Desde 1953 que na mesma rua existe uma inscrição sobre pedra, evocativa de Sebastião da Gama, ali colocada pelos naturais da vila em homenagem ao poeta aquando do primeiro aniversário do seu falecimento. No entanto, o edifício onde está essa inscrição não foi o local de nascimento do autor de Serra-Mãe, mas o sítio onde a família passou a residir quando Sebastião da Gama já tinha 6 meses.
Em São Lourenço (Azeitão), na Praça da República, existe ainda um monumento ao poeta e professor, inaugurado em 2007, construção também devida a iniciativa da Associação Cultural Sebastião da Gama, e, no Portinho da Arrábida, um monumento memorial, erigido por uma comissão de antigos alunos de Sebastião da Gama, em 1987.

Celestina Neves (Presidente da Junta de Freguesia de S. Lourenço - Azeitão) e João Reis Ribeiro (Presidente da Direcção da Associação Cultural Sebastião da Gama) no momento do descerramento da lápide

Alexandre Cardoso, Manuel Varela, Pascale Lagneaux, Bento Passinhas, Celestina Neves, João Reis Ribeiro, Padre Luís Ferreira, Nicolau da Claudina, António Cunha Bento e Rui Peixoto

Sem comentários:

Enviar um comentário