quinta-feira, 1 de maio de 2014

Joana Luísa da Gama (1923-2014) - Agradecimento


Em nome de todos os sobrinhos e do seu cunhado, vimos através deste meio expressar a mais profunda gratidão a todos os que acompanharam as cerimónias fúnebres de Joana Luísa Gama e aos que manifestaram o seu pesar das mais diversas formas (telefonemas, mensagens, flores...).
Sinceros agradecimentos a todos os Amigos que a acompanharam ao longo da sua vida e que sempre expressaram a sua amizade e afeição.
Também gostaríamos de agradecer àqueles que deram assistência, dedicação e a acarinharam ao longo da sua doença.
Para todos o nosso sincero reconhecimento.

Acreditamos que a missão mais importante da Tia Joana Luísa foi continuar a divulgação da obra e da mensagem de Sebastião da Gama. Gostaríamos de agradecer profundamente a todas as entidades e pessoas que desde sempre contribuíram directa ou indirectamente para que esta missão se pudesse concretizar. Foi sempre com alegria imensa e grande disponibilidade que partilhou recordações, vivências e a obra de Sebastião da Gama.
A Tia Luísa ficará para sempre nos nossos corações.
O mais profundo Obrigado.

Luís de Gonzaga Machado (cunhado) e sobrinhos João José, Luís Manuel, Carlos Alberto e respetivas famílias (Oliveira Rodrigues) e Luís Fernando, Maria Helena, Maria da Conceição, José Manuel, Ana Maria, Maria Paula, Maria João, Nuno e respetivas famílias (Rodrigues de Gonzaga Machado)

2 comentários:

  1. UMA MEMÓRIA




    A JOANA LUIZA DA GAMA





    UMA VELHINHA ATRAVESSOU A VIDA

    FEZ-SE GAIVOTA ESGUIA E BARCO A NAVEGAR

    SEGUIU OS CAMINHOS DAS FLORES

    DEIXOU NOS ARES DO CAIS A MARESIA E OS AROMAS

    NOS LONGES VISLUMBRA-SE AINDA UM POEMA

    QUE PERTINHO DE NÓS BATE O SEU CORAÇÃO

    NA DISTÂNCIA SÔFREGA DE NÃO SE ALCANÇAR

    OLHA-SE E SÓ SE VÊ O HORIZONTE DE CIINZA

    E UM MASTRO DE PÁSSARO A BALOIÇAR

    À TONA DA NOSSA ALMA SALGADA




    ResponderEliminar
  2. Assente o pó das emoções que nada nos deixam dizer, quero deixar um «obrigada!» a Joana Luísa pela riqueza dos momentos em que tive oportunidade de gozar da sua companhia e pela amizade que me dispensou.
    Há pessoas que nunca partem de dentro de nós. Assim é com Joana Luísa, que eu só conseguia tratar por Sr.ª D. Joana Luísa!
    Ficará sempre no meu coração e dela terei saudades.
    Que descanse em paz na companhia do seu querido Sebastião!
    MCT

    ResponderEliminar